Sistema de "grelha" super-rápido poderá tornar obsoleta a Internet

Cientistas desenvolveram na Suíça um gigantesco sistema computacional de “grelha” (GRID) que poderá em breve tornar obsoleta a Internet, noticia hoje o Daily Telegraph.

O novo sistema, 10.000 vezes mais rápido do que as ligações em banda larga, permitirá descarregar ficheiros de filmes e música em segundos.

Inventado na Organização Europeia de Investigação Nuclear (CERN), tal como a Internet, este sistema poderá fornecer a energia necessária para enviar imagens sofisticadas, permitir jogos instantâneos entre centenas de milhar de participantes e oferecer ligações videotelefónicas em alta definição ao preço de uma chamada local.

David Britton, professor de Física na Universidade de Glasgow e figura destacada no projecto “grelha”, acredita que esta tecnologia poderá mudar a sociedade.

“Com este tipo de poder computacional, as gerações futuras terão a capacidade de colaborar e comunicar em modos que pessoas mais velhas, como eu, não podemos sequer imaginar”, disse o cientista ao diário londrino.

O lançamento do novo sistema está previsto para este Verão, quando for ligado o acelerador de partículas LHC (Large Hadron Collider), destinado a investigar as origens do Universo.

A “grelha” irá também armazenar a informação que gerar, já que a Internet não terá capacidade para capturar volumes de dados de tão grandes dimensões.

O novo sistema foi construído com cabos de fibra óptica e modernos centros de reencaminhamento e distribuição, o que significa que não haverá componentes ultrapassados que possam parar o dilúvio de dados, como acontece com a Internet.

Já estão instalados 55.000 servidores da “grelha”, um número que deverá crescer para 200.000 nos próximos dois anos.

Fonte: http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/db889268e23a107bba0c56.html